Seguidores

sexta-feira, 14 de maio de 2010

O Perrengue da Viagem de Volta....

E ai que ta chegando a última via
crucis de uma viagem que tinha tudo
pra ser um belo programa e se trans-
formou num verdadeiro pesadelo.
(Se não entender leia o post anterior...
vai lá...e volta pra cá)

Vamos lá....
Chegamos na rodoviária, desembarcamos
e fomos direto no guichê de passagens pa-
ra comprar a passagem de volta. Já garan-
tir o lugar, horário e tudo o mais, enfim nes-
sa parte ficamos tranquila. Perguntei para
a funcionária qual era o horário do ultimo
onibus na segunda-feira (chegamos no do-
mingo e voltamos na segunda), ela informou
que era as 20:30 hs, e antes as 19:30 hs.
Bom...concordamos que 20:30 era muito tar-
de, mas que 19:30 era um bom horário...tudo
certo, a moça tirou a passagem e lá fomos nós,
lépidas e fagueiras para a casa da avó. A chuva
tinha passado, tinha até sol.
Passamos o domingo bem, entre toda a paren-
tada dela, (dela por que é por parte de pai) re-
ve um reve outro, papo daqui, papo de lá, sim
porque quando se fica 6 anos sem ver os paren-
tes tem assunto que não acaba mais.
Daí que chegou a segunda feira, dormimos na
casa da vó dela (ex-sogra...afff), levantamos, al-
moçamos, fomos para a casa da dinda dela, que
queria dar um presente a ela, e fomos no shopping.
Passeamos, compramos umas coisinhas e lá pelas
18:00 fomos para a rodoviária. Chuva que não pa-
rava mais, pegamos um taxi e chegamos. Sentamos
e esperamos chegar a hora do bus.
Lá pelas 19:15 hs, fomos para o box que o onibus
saia. O motorista verificou nossa passagem, entra-
mos, sentamos nos bancos 1 e 2 (pobre quando an-
da de buzão adora sentar na frente..).
Daqui apouco chega uma senhora e diz que a pol-
trona de nº 2 era dela...eu disse: a Srª está equivo-
cada, a minha passagem eu tirei ontem (domingo)
a sua é de hoje, então o erro está na sua. Ela cha-
ma o motorista e esse pede para ver de novo mi-
nha passagem, qual minha surpresa ele diz, que
minha passagem era de domingo, ou seja, eu
teria que ter usado ela domingo e não segunda.
Eu disse: mas moço eu pedi pra funcionária do
guichê para segunda, e não domingo. Ele falou:
A Srª (EU) teria que ter conferido sua passagem.
Eu disse que não tinha o hábito de fazer isso e que
não tinha conferido. O motorista falou que com
aquela passagem eu não poderia embarcar.

Virgi.....me subiu o sangue, me deu uma gastura,
um desespero, e a guria, começou a entrar em pâ-
nico, tinha que trabalhar cedo no outro dia, mari-
dinho esperando, enfim pânico total.
Fui na central de informações e me informaram
que esse tipo de problema era da alçada do gui-
chê 15. Lá vamos nós, correndo cheia de malas.
Já chegamos chorando, desesperadas, conta-
mos a história para a moça, ela de novo disse que
a maior culpa era minha que não tinha conferido
a passagem, mas isso eu já sabia, o que eu queria
era embarcar num onibuis e vir embora. Ai argu-
menta daqui e dali, pronto...a moça diz que po-
demos ir em outro onibus, eu falei então vamos
nos das 20:30!! Ótimo, beleza!!! Ela: lamento
lhe informar mas o ultimo ônibus para Capão da
Canoa era o das 19:30 hs.
Me caiu os butiá dos bolso...danou-se!!! Desespe-
ro de novo, e o horário que a moça tinha dito??
A incompetente me deu horário e a passagem tudo
de domingo!!! Fiquei doida...doida....
Ai a moça tentou ver qual o onibus que sairia que
poderia me deixar mais perto de Capão, aquela hora
da noite. Dai achou um lá que nos deixava numa cida-
de aqui pròximo, mas que alguém teria que nos buscar.
Agora acha alguém pra isso???!!!! Sem contar que o
chevetinho...caquinho...não poderia ir até lá,
pois de novo era chuva que Deus mandava. E já imagi-
naram nós empenhados na auto estrada?? Nem pen-
sar!!! Ai achamos o paidrastro do genro.
Eis que descemos na rodoviária da tal cidade. Gurias
do céu...era um deserto só...chovendo ninguém na
rua...10 e 30 da noite. Bom posso dizer que foi outro
desespero. Ai andamos por lá e avistamos um bar
aberto, fomos para lá esperar que a carona chegasse.
Depois de 40 minutos chegaram.. Bom.... quando en-
tramos naquele carro, a impressão que dava era que
tínhamos saido do meio de um tsunami, terremoto
qualquer coisa do tipo, pois o "alevio" foi grande.

Mas confesso a vocês que a coisa foi muito pior
do que estou contando...tenham certeza!!!

Cansaram de ler?? Imagina eu de escrever...rsrsrsr
Então que foi assim o meu fim de semana do dia
das mães!!!
Decidi que tão cedo não viajo de ônibus!! Trau-
matizei...e tomara que da próxima vez eu lem-
bre de conferir a bendita passagem..affff ...quem
manda ser pateta!!!! hehehehehe

Bom amores...

Bom inicio de final de semana!!!

Bjos no

5 comentários:

Desabafando disse...

Nossa...acho que a da volta foi pior que a da ida mas no fim deu tudo certo né?

Big Vício BBB disse...

Oi, amiga, que chato! Concordo que tu terias que ter conferido o bilhete, mas A CULPA é de quem vendeu, pois tu pediste pra segunda. A pessoa só vende bilhetes, e ainda vende errado?
Olha, no fim deu tudo certo. Vamos ver pelo lado bom: tu ganhaste uma boa história pro post...

Beijos

Vem desfrutar do Amor de Deus disse...

Fatima do céu!!! que aventura... menina eu teria tido um treco...ainda bem que no final deu tudo certo...affe...tá vendo que de tudo nessa vida tiramos lições?? duvido que na próxima viagem de onibus voce vai esquecer de conferir a passagem..hahahahaha...
Voce sabe o que aconteceu comigo quando estive ai no Brasil na última vez? Eu tinha que ir numa cidade de Minas Gerais, chama Oliveira, levar um presente que um amigo mandou pra mae dele. Comprei a passagem na rodoviaria de São Paulo e estou lá eu e minha amiga esparando dar a hora de embarcar. Quando abriu a porta do onibus e todos começaram entrar eu fui pra fila...quando chegou minha vez entreguei a passagem pro motorista e ele me pediu o RG... menina..quem disse que eu tinha? esse documento estava na casa da minha mae junto com outros porque eu nao uso aqui esses documentos...entao deixo lá... o motorista falou que sem ele eu nao poderia viajar... eu pensei ... e agora ??? o motorista foi inflexivel e nao me deixou embarcar. Fui falar com o chefe deles que estava lá no canto e ele falou a mesma coisa. Ai eu querendo consertar a coisa falei: perai ai a minha amiga tem RG... eu viajo sob os cuidados dela...kkkkkkkk o cara olhou pra mim e começou a rir... eu quase chorando falei pra ele deixar eu embarcar e colocasse o numero do rg dela na minha passagem... ele acabou deixando e ambarcamos. Mas foi dureza viu... eu pensei e depois pra voltar será que vai ser a mesma coisa? e se eles nao deixarem de novo? Mas dei sorte que foi o mesmo motorista e deu tudo certo.
É cada uma que temos que passar né?
Bjs amiga e tenha um lindo final de semana
Márcia

Elis (Coisas de Lily) disse...

Eitcha! Qto transtorno amiga!!!
Vou passar a conferir minhas passagens!
Mas credite, vcs ainda vão rir disso tudo.
bjs!

requeri-mangachupada disse...

fatima, ri muito lendo a ida e a volta. estou escrevendo um texto sobre perrengue prum blogg que eu tenho com duas amigas. achei vc e dei muita risada.
além do blogg com as minhas amigas, o boteco da birra ...
http://botecodabirra.blogspot.com/
tenho 4 bloggs meus.
clickando na minha assinatura vc vai pra um deles, e de lá pros outros 3 ...
adorei vc. vou seguir seu blogg

regina.

Related Posts with Thumbnails