Seguidores

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

UM AMOR DE VERDADE.....(Primeira parte)

Conheci o Fábio na casa de um amigo.Assim que o
vi, percebi que se tratava de alguém muito especial,
e algo me dizia que não íamos ficar só na amizade.
Conversamos o tempo todo, falamos sobre vários
assuntos. Ao nos despedirmos, ele me perguntou se
poderíamos manter novo contato, eu claro, respondi
que sim; trocamos números de telefones, nos despedi-
mos com um beijo no rosto. Ali percebi que Fábio seria
meu namorado, Ah... eu não ia deixar aquele gatinho es-
capar, mas não ia mesmo!!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

O tempo passou, e eu não conseguia tirar Fábio da cabeça.
Só que ele não me ligava, eu ali esperando, anciosa, louca
para ligar mas me fazendo de difícil.
Passaram-se 10 dias e nada.
Resolvi ligar, mas ninguém atendeu, achei estranho e come-
cei com mil caraminholas na cabeça: será que ele esqueceu
de mim??Será que tinha namorada??
Resolvi procurar nosso amigo em comum. Fui com o coração
na mão, com medo que Fábio já estivesse em outra que não
lembrasse mais de mim...
Mas para minha surpresa a história era bem diferente, nossa
e como era diferente!!!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Carlos (amigo), me disse que Fábio estava no hospital.Meu
coração disparou na hora. Precisava ve-lo naquele momento.
Carlos me levou até o hospital, no caminho perguntei o que
tinha acontecido com Fábio, Carlos me disse que Fábio que
teria que me contar.Pensei, quem sabe ele sofreu um acidente
de moto, já que era motoboy, é devia ser isso.E se ele estivesse
muito mal, tipo, em coma!! Não, eu estava sendo muito pes-
simista, preferi pensar que ele estava bem.
Chegamos no hospital e fomos direto ao quarto de Fábio, estra-
nhei era uma ala isolada, todo mundo de máscara, inclusive
nós tivemos que usar. Pensei: por que Fábio está nesta ala??
Batemos na porta e entramos, quando cheguei perto da cama
de Fábio, vi ali uma outra pessoa, ele estava magro, pálido, to-
talmente debilitado. Ah..os olhos, eram os mesmos olhos meigos.
Me aproximei, cumprimentei-o e perguntei o que tinha aconte-
cido, porque ele estava naquela situação. Neste momento percebi
que Carlos não estava mais no quarto.Estávamos só nós dois.
Com a voz um pouco fraca Fábio disse que tinha algo muito grave
para me contar, mas que antes queria dizer-me que gostava mui-
to de mim, que havia se apaixonado por mim a primeira vista.
Eu disse que também gostava muito dele, que havia ficado impres-
sionada com o jeito dele, com os olhos, enfim ele era perfeito.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Fez-se um longo silêncio e Fábio começou a falar.
Me disse que era um ex-drogado, que havia experimentado
todo tipo de droga, que tiha ido ao fundo do poço, mas que
a 3 anos atrás havia se internado e desde então estava limpo.
Mas tinha conciência que ainda era um drogado em recupera-
ção. E por conta dessa vida mundana que ele frequentava, ele
havia contraido o vírus HIV. Neste momento o chão sumiu de-
baixo dos meus pés.Tive que lutar contra um possivel desmaio,
mas me mantive forte, pedi a Fábio que continuasse, ele disse
que aquela era a primeira internação dele, ou seja, estava com
pneumonia, por que até então não sabia que tinha essa doença.
Por sorte ele continuou falando, o que me deu tempo para pen-
sar no que falar. Ele falou também que faria todo o tratamento
possivel para ficar bem, mesmo que eu não quisesse ficar
com ele, pois sabia a importância de viver e ter saúde.
Naquele momento tomei a maior e mais importante decisão da
minha vida, mesmo sem saber onde tudo ia dar, eu disse a ele
que ficaria do lado dele, e que juntos iríamos vencer, eu ia ajuda-lo
a ficar bom, depois a gente pesaria como íamos ficar.
E foi o que fiz, só que meu coração cada dia que passava, ficava
mais apaixonado por Fábio, ele era incrível, tinha uma força, uma
vontade de viver que me impressionava.
Fábio ficou mais 5 dias no hospital, eu me revezava em procurar em-
prego, pois na época estava desempregada, e ficar ao lado de Fábio.
No sexto dia Ele saiu do hospital com uma quantidade enorme de re-
médios para tomar.Mas antes dele sair o médico nos chamou na sala
dele e nos orientou sobre como deveriamos agir dali para frente, claro
o médico percebeu que estavamos apaixonado, os riscos que corríamos,
como evitar que eu me contaminasse, como deveríamos levar nossa vi-
da com segurança.Fizemos tudo que o médico mandou.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Hoje já se passram 7 anos, Fábio nunca mais teve os sintomas, claro
toma a medicação até hoje. Continuamos juntos, alias casados, ééé
casamos, depois de muito lutar contra minha familia, estamos
felizes, temos uma vida sexual normal, usamos preservativo sempre.
Não pretendemos ter filhos naturais, mas estamos pensando em adotar
uma menina. Hoje nossas familias nos dão o maior apoio em tudo, po-
demos sempre contar com o carinho e a compreeção deles.
Fábio trabalha como auxliar de depósito de um supermercado, o che-
fe dele sabe da condição dele, mas graças a Deus não tem nenhum pre-
conceito e trata Fábio como todos.
Eu trabalho em uma empresa de telemarketing, ganho meu sálario
moramos no quintal da casa dos pais dele.Temos uma vida comple-
tamente normal.
Eu....eu sou alguém muito feliz, que vivo intensamente todos os dia,
não imagino minha vida sem o Fábio.
Agradeço todos os dias a Deus por ter colocado Fábio em meu caminho,
pois melhor homem, marido, amigo, companheiro não existe.Se existe
não conheço.
Essa é a única história que não tem final....

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Esta é uma história real, os nomes foram
trocados para preservar as pessoas.
Mas eu as conheço, e obtive a autorização
para contar essa linda história, de superação,
de amor, de dedicação.

O amor faz mesmo milagre em nossa vida né??
Impressionante como ele tem o dom de tornar
tudo mais fácil, mais leve.Qualquer fardo que
tivermos que carregar se tiver amor ele se torna
até prazeroso.

E vocês?? Vocês conhecem alguma história
tão bonita quanto essa?? Me conta ai!!!

Bjos no ♥






18 comentários:

Desabafando disse...

amiga, estou com pouco tempo agora...vou voltar mais tarde pra ler...tem selinho pra vc no meu blog.

Maite Guadagnoli disse...

Caramba Fatima, nem sei o que dizer estou emocionada. tem razão qdo há amor, tudo vale a pena, bjokas

Desabafando disse...

Como prometido, cá estou...que história essa não? Uma excelente prova de que o amor pode vencer certas dificuldades, mas não sei se eu teria a mesma coragem e determinação que a moça da história.

Fernanda Reali disse...

Se o paciente de HIV seguir o tratamento com acompanhamento médico e tomar o coquetel de remédios, pode ter vida normal.

As crianças da Sociedade Viva Cazuza vivem bem, frequentam escolas, fazem todas as tividades de crianças. Crescem e se desenvolvem bem, só que necessitam ter acompanhamento médico para manter o controle total sobre suas condições de saúde.

Acho que, ao divulgarmos estas histórias, estamos colaborando para a diminuição do preconceito aos soropositivos.

Bjs, bjs, bjs

DESASSOSSEGADA disse...

Minha nossa que historia linda parabens a esta MULHER por ter tido coragem de assumir esse amor lutar e vencer ao lado do seu amado, poucas são as pessoas que aceitam os portadores de HIV preconceito mascarado existe e muito.

Bjos


Lindo post

εїз ViViAn ★ Sbrussi /(",)\ disse...

oieeee!!!

dando ma passadinha rápida para ver as novis!

=D

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Fatima,

Esse tipo de história acorda muita gente pra realidade. O preconceito existe, infelizmente, mas todos os dias está sendo mudado esse caminho. Parabéns, ficou perfeito esse post.

Você é uma querida, menina linda.

Beijo imenso.

Rebeca

-

Silvana Nunes .'. disse...

Navegando sem ruma com a intenção de divulgar o meu blog, cheguei até você e gostei do que vi, tanto que pretendo voltar mais vezes. No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da tela do computador está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar cuidado. Em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor, com menos violência, através do exercício da leitura e enquanto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam.
Se gostar, siga-me.
Por hoje fico por aqui, Espero nos tornarmos bons amigos.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre.
Saudações Florestais !

luci disse...

Fátima:
Muito bonita a história e bem atual né?
Pois é, tudo vale a pena quando o alma não é pequena... E, o amor engrandece tudo!
Beijocas

Luciana Klopper disse...

FaTima to boba com esse amor imensurável dessa mulher, eu tenho certeza que não conseguiria segurar essa barra..

Apple disse...

Linda história, fiquei arrepiada ao ler e feliz em ver que existem pessoas assim no mundo e um amor tão grande que é capaz de superar as dificuldades.

Parabéns pelo post vou guardar e me lembrar desta história sempre.

Bjão.

BECA disse...

Muita linda a história, me emocionei muito. Além do amor que suporou tudo, mostra como preconceito é uma bobagem, que infelizmente muitas pessoas ainda tem, mas ainda tem muita gente que vê de outra maneira e vai a luta!
Bj.

Vem desfrutar do Amor de Deus disse...

Fátima, a história de amor é linda, mas o fato que me chamou mais atenção é o que o amor pode fazer não é? O Fábio poderia ter uma vida bem diferente se nao tivesse encontrado essa moça. Infelizmente muitos deixam de viver um amor lindo por causa do medo e do preconceito...é uma pena, pois o amor está acima de qualquer dificuldade, prova maior está ai nesse historia cheia de coragem e cheia de vida...
Bjs
Marcia

DESASSOSSEGADA disse...

Eu realmente pensei em vim pra casa mas como Sr. Processavel nao me daria o carro eu teria que andar 54km ate a cidade mais proxima não ia ter pernas o suficiente pra isso.

Entao que paciencia não é minha principal virtude e o esforço pra nao mandar todos ao lugarzinho mediocre foi enorme.

Silvana Nunes .'. disse...

Psicologia e letras se isturam. Eu tenho um irmão psicólogo e uma filha estudante de psicologia, o que me fez recuar na área da psicologia foi a anatomia, coisa que não me interessa. Acabei encontrando o que queria em letras. Nunca é tarde para estudar, se pudesse e meu dinheiro sesse, estaria fazendo História junto com a minha filha mais velha.
Tenha um bom dia.
Beijo
Saudações Florestais!

Elis (Coisas de Lily) disse...

linda história de superação, amor e dedicação.
Obrigada por compartilhar.
Beijos!

disse...

Putz... isso parece uma fábula. Eu não teria a coragem da mesma pessoa, quer dizer... não sei se teria... nunca dá pra saber se não somos que estamos vivenciando a situação.

Bjos

Blog da Fatima disse...

Minhas queridas!!!
Adorei a vista de todas vcs.
Gostei muito das opiniões, fiquei feliz que essa história tenha tocado o coração de vcs!!Sabia que isso ia acontecer, pois aqui só tem pessoas com muita sensibilidade!

Minhas amadas..bjos enormes nestes ♥♥ tão lindos e simpáticos!!
Adoro vcs!!!

Related Posts with Thumbnails