Seguidores

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

1 Ano Sem o Maldito Vicio! Parte 2

Concluindo o post anterior.
Ficou algumas coisas pra contar pra vocês.

O que tem a ver a doença, a morte do meu pai,
a mudança de cidade, emprego novo?
Gente, tudo a ver.
Segundo o médico me explicou, como eu a 6 meses
atrás já tinha feito uma endoscopia e havia constado
o diagnóstico de hérnia hiatal, esogagite erosiva e re-
fluxo gástrico, eu já sabia que tinha esse problema.
Inclusive o médico me alertou que eu parasse de
fumar, tomar café, refrigerante, comida gordurosa,
essas coisas.
E eu? Eu claro não dei a menor pelota pra ele. Como
não tinha os sintomas, continuei com tudo.
Mas haaaa meu povo, quando veio toda a pressão
emocional toda pra cima de mim, foi que desencadeou
os sintomas. Eu poderia até nunca vir a ter os sintomas
segundo o médico, como do nada poderia, era uma ques-
tão de sorte e do meu organismo.

Quando comecei neste emprego, nooossaaaa, eu fiquei
tão nervosa, mas tão nervosa, que vocês não imaginam.
Mas eu posso contar o porque: eu teria que morar aqui
no prédio, até então eu morava numa casa alugada, e
como todo novo emprego eu tinha 3 meses de experiência
no final desses 3 meses eu poderia ser ou não efetivada.
Agora pensem comigo: 3 meses o contrato terminaria em
1º de dezembro, pra quem não sabe, onde moro é no li-
toral norte do RS, onde tudo fica muuuuiitoooo caro no ve-
rão, e se não desse certo meu emprego, onde eu iria morar?
Já que os aluguéis triplicam no verão.E claro em dezembro
eu não teria como arrumar uma casa por menos de R$ 800.00,
e como eu iria pagar isso?.
Gente, eu não dormia direito eu não comia, eu só pensava em
desempenhar bem a minha função, pra poder permanecer aqui.
Até que tudo deu certo. Essa foi a primeira pressão.

A Segunda a morte do meu pai que eu já contei.
Mas antes de tudo isso, teve a mudança de cidade, eu
vim pra cá com as roupas e alguns pertences pessoais.
Eu vendi tudo que eu tinha lá na minha cidade, não tinha
casa própria, mas tinha todos os meus móveis dentro de
casa.Eu tinha tudo completo, sala, cozinha, quarto da filha,
meu quarto, tudo!!
Por quê eu fiz isso? Eu queria uma vida melhor pra mim e pra
minha filha, onde moravamos, que é minha cidade natal, é
uma cidade muito pequena, em torno de 30 mil hab.
E Emprego lá não existe. È uma cidade pra criança
e aposentado. Não tem uma industria uma fábrica, nada.
E eu vim pra cá com o objetivo de ser zeladora, pois não
pagando aluguel, água e luz, eu consigo ter a minha casa pró-
pria em 4 anos. E estou batalhando pra isso.
Então que todas essas mudanças foram uma coisa muito
louca, eu não sabia se ia dar certo, nem emprego eu tinha
quando vim pra cá!! Cheguei aqui, aluguei uma casa mobiliada,
corri atrás de emprego, consegui em um salão de beleza, pois
sou manicure a 20 anos. E sempre largando curriculo nas
administradora. Até que quando fez 1 ano que eu estava
aqui eu consegui esse emprego.
E ainda tem a minha volta com o marido, pois quando eu vim
pra cá estavamos separado, mas isso rende um post e tanto,
prometo que conto.

Então com tudo isso, eu acabei pirando o cabeção.
Fui parar em psiquiatra, até hoje faço tratamento pra
depressão. Mas acredito que em breve terei alta. Em ja-
neiro tenho nova consulta, tomara que ele me libere des-
se negócio de ter que tomar remédio todo dia.
Eu acredito que o meu melhor tratamento foi a blogosfera,
éééé, depois que eu descobri os blogs, que comece a seguir
a ler, é que meus dias ficaram mais relax.
Pára tudo....eu preciso contar uma coisa pra vocês:
eu sempre ouvia falar em blog, fotolog, essas coisas,
mas pra mim isso era sinônimo de virus no PC. Ééé´, euzi-
nha era totalmente leiga, e ignorante em matéria de blogos-
fera, mas ai fui entrando devagarinho, devagarinho, fui tes-
tando, entrei no primeiro, dai passou uns dias entrei no se-
gundo, e pensava: cadê o virus? Cadê os cavalos de tróia
que todo mundo dizia que existia nos blogs e que contamina
os PCs caso alguém entrava? Mas nada acontecia Gino normal,
todo serelepe, eu continuei, e fui tomando gosto pela coisa,
até que um dia aprendi a favoritar...ahhhh esse dia foi a glória!
Tudo que eu achava de interessante eu favoritava, sim né, por-
que perdi muitos pois esquecia onde entrava, onde tava, era uma
briga de mim comigo mesmo daquelas!! affff...
Então tudo isso me fez ser essa pessoa que sou hoje.
Acredito que com tudo que passei, que aprendi, eu sou um
ser humano bem melhor do que antes.
Dizem que é com o sofrimento que se aprende. Eu fui boa
aluna e a prendi.

Bem meus amores, essa é a história completa.
Espero que vocês tenham gostado de saber mais um
tantinho de mim!!

Obrigado por lerem até o fim!!

Bjos no

13 comentários:

Fernanda Reali disse...

Adorei a história, porque mostra a mulher batalhadora que tu és, então ler isto me fez te admirar mais. Sim, é pra frente que se anda, mas muitas vezes o medo nos paralisa e a gente empaca. E tu não ficaste empacada, foi indo, planejando, lutando. PARABÉNS!!!

Olha, não tenha pressa de se livrar dos remédios, porque depressão é doença ( e não tristeza), e como toda doença, ela pode voltar. Segue sem pressa o tratamento.

Só te peço uma coisa:
Não vás ao psiquiatra na época do BBB, senão ele vai achar que tu enlouqueceste e vai te internar!!! hahahaha, se for como no BBB9, então, aí vai te internar com camisa de força! Sei doq ue estou falando, porque meu caso ´eparecido, é grave, loucura, loucura, loucura, como diz o Huck.


Beijos!!!

Desabafando disse...

Muito bacana sua história...adoro histórias de superação. E vc é uma vitoriosa...gostei de saber mais. E eu tb sofro de gastrite e meu médico homeopata sempre diz que tudo no fundo vem de problemas e conflitos emocionais...então lógico que suas dúvidas e receios acentuaram seus problemas físicos. A angústia se instalou e foi uma forma do corpo de colocar isso pra fora e que bom que vc melhorou...
Quanto a depressão eu tb já tive e saí dessa...que vc supere tudo isso logo! E sim a blogosfera ajuda muito né? muito além do que imaginamos.

mitti disse...

Nossa Fátima, muito legal sua história e sua determinação, vc comc erteza vai ter sua casa em breve!!

Esse mundo dos blogs é muito bom mesmo, eu amooooo

fica com Deus
bjoka

maria teresa disse...

Amadinha,que sufoco,mas como vcé uma grandemulher está superando aospoucos, PARABENS,e mtos beijinhos

Ivana disse...

Seguuuuuuura peãããããão! Eitcha mulé de fibra!
Fatima, por isso gosto de ti!
Beijos!

Luciana Klopper disse...

Espero que tenham gostado? Te amo ainda mais!!!!

Carol disse...

"(...)que é minha cidade natal, é
uma cidade muito pequena, em torno de 30 mil hab.
E Emprego lá não existe. È uma cidade pra criança
e aposentado. Não tem uma industria uma fábrica, nada."


Fátima, jura que tu não morava na minha cidade? hahahaha
aqui é bem assim mesmo, igualzinha... quer dizer, deve ter menos que 30 mil habitantes!

Olha, muito legal tua história, tua luta pelo que tu queres, a casa e tal... lindo! Tu és uma mulher muito especial!

Outra coisa, quando eu for pra praia, acho que quero uma manicure! HAHAHAHAAHHA to brincando!

Blog é mesmo uma terapia, experiência própria! Eu tinha umas crises em que achava que estava sozinha, que "ninguém me ama, ninguém me quer" e JURO que desde que fiz o blog nunca mais senti isso! Adoooro!

Beijos! Adorei o post!

Luciana Klopper disse...

Tem selinho pra vc no blog!
bjs

BECA disse...

Adorei a tua história!! Força que vc merece tudo o que conquistou e tudo o que desejas ainda tbém. Parabéns!!!
Bjs.

Sônia Silvino disse...

Fátima!
Eu também considero blogar uma terapia: adoooooro!
Que consigas concretizar todos os teus planos. E vais!!!
Bjkas!!!

Blog da Fatima disse...

FÊ....
Pois é menina...acho que vou esperar terminar o BBB, vou ter que falar isso pro médico. Será que ele não vai me chamar d elouca e aumentar a dose?? rsrsrsrs

Desa..
Exatamente isso, o fator emocional influencia diretamente no sistema digestivo, por isso tomos os remédios pra depressão e ansiedade.

Mitti..
Amém, que Deus te ouça!!

Maite..
Com certeza, com Deus no meu coração eu posso tudo!!

Ivana..
Tbem te adoroo

Lu..
Minha florzinah..tbem te amo!!

Carol..
rsrsrs, tenho certeza que não...pois tu mora no leste né, eu morava no Sul!!Mas como a minha sei que tem mtas!

Lu..
Brigadoo..vou lá no findi buscar!

Beca..
Brigadoo...aqui tbem encontro mtas forças..vcs são o meu combustível!

Sonia...
e que terapia né?? mto boa mesmo!

Minhas fofas!!
Obrigado pelo carinho, agora vcs já sabem um pouco mais de mim, sabem o qto eu amo essa vida maluca,rsrsrs. E o qto sou grata a Deus por tudo!!
Adoro todas vcs!!

Bjos no ♥ de vcs!!

DESASSOSSEGADA disse...

Adorei a historia e isso so confirma o que imaginava de voce.

Que vc é uma guerreira


bjos parabens pela força de vontade e determinaçao.

silvia disse...

Oi Fátima
Parei de fumar em agosto, motivo Cancer de mama.Quando a coisa aperta, parar fica mais fácil.Hoje disse a uma amiga, que a maneira mais fácil de parar de fumar é "não comprar cigarro", pois quando não se tem acesso a ele,não se tem opção. Estou fazendo quimio e estou careca, não me imagino entrando em qualquer lugar e comprando um maço de cigarros, vão me achar uma demente. Em resumo, não importa o motivo, importa a atitude. Bjus

Related Posts with Thumbnails